Prazos de carências, prazos máximos de carências permitidos por lei, para que você entenda, a ANS faz algumas regras e regulamenta as operadoras de planos de saúde, e interfere nos prazos de carências oferecidos pelo planos também. Aqui você verá qual é o prazo máximo que se deve esperar para ter o direito e usufruir dos serviços oferecidos pelos planos de saúde.

Prazos de carências | Prazos máximos de carências permitidos por lei

Prazos de carências – Prazos de carências máximos permitidos por lei.

O tempo é desde que quando o cliente assina, faz a contratação até conseguir usar o servi coberto pelo plano, o cliente terá que bancar o valor e ainda não poderá usar todas as premiações do plano contratado.

Prazo estipulado pelo órgão regulamentador dos plano de saúde :

  • 24 horas para os casos de urgência e emergência;
  • 300 dias para partos
  • 180 dias para os demais casos;
  • 24 meses para cobertura de doenças ou lesões preexistentes.

Lembrando que este é o prazo máximo exemplo: para urgência e emergência o cliente não poderá esperar mais do que 24 horas, se porventura alguma operadora forçar você a aguardar mais do que 24 horas estará fora das normas e poderá sofrer punição da ANS, isso funciona também para parto, que são 300 dias, e outras carências informadas logo acima.

Confirme as informações

Fonte: www.ans.gov.br

Mais dúvidas sobre carência e prazos permitidos por lei

Cotação Online

Preencha corretamente e saiba o preço calculado do seu plano

Nome*

E-mail*

Profissão*

Telefone*

Tipo de plano* Individual e FamiliarEmpresarialOdontológicoAdesão

00 a 18 anos
19 à 23 anos
24 à 28 anos
29 à 33 anos
34 à 38 anos
39 à 43 anos
44 à 48 anos
49 à 53 anos
54 à 58 anos
+ de 59 anos

AmeplanAmilAmil LifeBioVidaBioVida SaúdeBradescoCaixa SeguradoraClasses LaboriosasDental ParGreen LineH. SamaritanoIntermédicaInterodontoNext Saúde ABCOne HealthPorto SeguroPrevidentSamedSanta HelenaSão CristóvãoSompo SaúdeSulamericaTrasmontano